A contabilidade e as novas demandas do mercado

Conheça mercado de contabilidade
27/04/2017
Contador ou Empresário Contábil?
10/05/2017

Atualmente, os contadores são agentes imprescindíveis tanto para empresas, quanto para pessoas que querem estar em dias com as obrigações tributárias

 

Quem acompanha o ritmo do mercado e da economia, já deve ter se dado conta do quanto tem aumentado e se tornado mais complexas obrigações como declaração do imposto de renda, que, de uns tempos pra cá, passaram a abranger um número cada vez maior de pessoas e de empresas.

Diante desse cenário, o Contador ganhou espaço no mercado, pois esse profissional tem como uma de suas especialidades ajudar com a burocracia nossa de cada dia.

Para começo de conversa, é preciso entender o que faz um contador.

Ele é responsável por produzir o que se conhece como demonstrações contábeis, que nada mais são que informações e dados que as empresas oferecem ao fim de cada exercício, com a finalidade de mostrar aos acionistas, ao governo e todos os interessados, o que ocorreu na empresa durante aquele período.

Pois bem, esses dados não são utilizados, apenas, para tomadas de decisões, mas, ainda, para análise de crédito por parte das instituições financeiras, que estão cada dia mais exigentes, além do famoso – e famigerado – Fisco, que nada mais é que a Receita Federal, cujo corpo técnico tem por função fiscalizar o cumprimento das leis do imposto de renda de pessoas físicas e jurídicas (empresas).

“Caso encontrem algo de errado, eles multam”, explica o contador Francisco Coutinho Chaves, especialista em Planejamento Tributário e Auditoria Fiscal.

Chaves ressalta que, com o avanço da tecnologia da informação no Brasil, as autoridades tributárias tem acesso a informações em tempo real de operações realizadas pelos contribuintes, por meio de notas fiscais eletrônicas, e-financeiro, dentre outros mecanismos. Assim, diz o contador, o Fisco tem meios para realizar os chamados “cruzamentos de informações”, o que aumenta a eficácia da cobrança de tributos. “Isso aumenta o cuidado que as pessoas físicas e jurídicas devem ter ao prestar informações, da mesma forma que amplia nossas responsabilidades, como profissionais, na análise dos dados antes que estes sejam apresentados, para evitar qualquer divergência”.

O contador explica que, para apresentar informações de qualidade, é necessário estar atualizado quanto às novas metodologias e processos.

“O investimento em informação é fundamental para o contador, pois as mudanças são constantes”, afirma. Conhecer bem as legislações fiscal e tributária, bem como as normas expedidas pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC) é fundamental para que o contador esteja apto a desenvolver sua função.

“Mas também temos a obrigação de informar ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras sobre operações que este possa considerar como suspeitas de lavagem de dinheiro”, completa Francisco.

Em tempo real – O avanço da tecnologia da informação também promoveu a agilidade e a qualidade das informações, visto que os fatos contábeis de muitas empresas são, hoje, em tempo real. As inovações também diminuíram a distância entre ele e o cliente, o que aumenta o campo físico de atuação do profissional. Hoje,

um contador de São Luís tem possibilidade de atender a um cliente em outro estado, por exemplo. Chaves lembra que, num passado não tão distante, esse processo poderia ser prejudicado pela logística de envio de uma documentação. Atraso na chegada era apenas um dos contratempos comuns antes do advento da inovação tecnológica.

“Havia casos de perda de documentos e de falta de conhecimento, por parte dos contadores, da existência de operações realizadas na empresa, dentre outros problemas que, hoje, não ocorrem mais”, conta Francisco Chaves.

Atualmente, esses pequenos entraves foram superados. Os caminhos percorridos pelos contadores se tornaram mais livres e os dados contábeis, consequentemente, se tornaram mais acessíveis.

As próprias leis e regras que regem a profissão atuam no sentido de facilitar a leitura das demonstrações contábeis, para que possam ser analisadas por qualquer usuário. “Muitos empresários não conseguiam entender os dados”, justifica Chaves.

Assim, Francisco Coutinho Chaves avalia positivamente todas as mudanças por que passou o campo contábil no Brasil. “Hoje temos uma área de atuação muito maior. O profissional é mais valorizado, pois se passou a entender não apenas o papel do contador, mas sua importância.

Tudo isso, claro, aumenta nossa responsabilidade, mas todas as vantagens superam os desafios que enfrentamos diariamente no exercício de nossa profissão”, finaliza.

ACONTECE – Associação dos Contabilistas do Estado do Ceará

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *